Instalação do Oracle Enterprise Manager Cloud Control 13.4c


O Oracle Enterprise Manager é a plataforma de gerenciamento on-premise da Oracle que fornece um único painel para gerenciar todas as suas implementações Oracle, em seu data center ou na nuvem. Através de profunda integração com o conjunto de produtos Oracle, ela fornece suporte de gerenciamento e automação líder de mercado para Oracle Applications, bancos de dados, middleware, hardware e Engineered Systems.

Requisitos de Hardware:


A versão 13.4 é a última versão atualmente disponível e pode ser baixado do site da Oracle.

Linux x86-64 (64-bit)

Windows x86-64(64-bit)

Solaris Operating System (SPARC)

Solaris Operating System (x86-64)

IBM AIX on POWER Systems (64-bit)

HP-UX Itanium (64-bit)

Esta instalação estará utilizando como repositório o Oracle Database 19.3c Enterprise Edition. O produto (somente o software) já está instalado de acordo com os pré requisitos de instalação e não será abordado neste artigo.  

Vale destacar que essa instalação que é utilizada apenas para o Cloud Control não precisa ser licenciada.

Vamos baixar o template que será usado para a criação do database de acordo com o size do ambiente. 

Neste exemplo vamos realizar uma instalação mínima (Eval), instalando todos os componentes em uma mesma máquina.

A primeira etapa a ser realizada é a criação da instância que será utilizada como repositório do Cloud Control. Para isso, deve-se baixar o template desejado (download dos templates) e copia-lo e descompactá-lo no diretório $ORACLE_HOME/assistants/dbca/templates/.

[oracle@emmcc01:cdbrepo1 midias]$
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 midias]$cp 19_5_0_0_Database_Template_with_cdbpdb_for_EM13_4_0_0_0_Linux_x64.zip $ORACLE_HOME/assistants/dbca/templates/
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 midias]$cd $ORACLE_HOME/assistants/dbca/templates
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 templates]$unzip 19_5_0_0_Database_Template_with_cdbpdb_for_EM13_4_0_0_0_Linux_x64.zip
Archive:  19_5_0_0_Database_Template_with_cdbpdb_for_EM13_4_0_0_0_Linux_x64.zip
  inflating: set_repo_param_19_5_0_0_Database_SQL_for_EM13_4_0_0_0_Large_deployment.sql
  inflating: set_repo_param_19_5_0_0_Database_SQL_for_EM13_4_0_0_0_Medium_deployment.sql
  inflating: set_repo_param_19_5_0_0_Database_SQL_for_EM13_4_0_0_0_Small_deployment.sql
  inflating: shpool_19_5_0_0_Database_SQL_for_EM13_4_0_0_0.sql
  inflating: 19_5_0_0_Database_Template_with_cdbpdb_for_EM13_4_0_0_0_Large_deployment.dbc
  inflating: 19_5_0_0_Database_Template_with_cdbpdb_for_EM13_4_0_0_0_Medium_deployment.dbc
  inflating: 19_5_0_0_Database_Template_with_cdbpdb_for_EM13_4_0_0_0_Small_deployment.dbc
  inflating: 19_5_0_0_Database_Template_with_cdbpdb_for_EM13_4_0_0_0.dfb1
  inflating: 19_5_0_0_Database_Template_with_cdbpdb_for_EM13_4_0_0_0.dfb2
  inflating: 19_5_0_0_Database_Template_with_cdbpdb_for_EM13_4_0_0_0.dfb3
  inflating: 19_5_0_0_Database_Template_with_cdbpdb_for_EM13_4_0_0_0.ctl
  inflating: shpool_19_5_0_0_Database_SQL_for_EM13_4_0_0_0_Large.sql
  inflating: shpool_19_5_0_0_Database_SQL_for_EM13_4_0_0_0_Medium.sql
  inflating: shpool_19_5_0_0_Database_SQL_for_EM13_4_0_0_0_Small.sql
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 templates]$

Feita a cópia do template para o diretório de templates do produto, pode-se iniciar o processo de criação da instância via DBCA. Este processo é como a criação de qualquer instância Oracle. Basta se atentar nas particularidades que serão demonstradas abaixo.






Nesta etapa estou alterando o valor da flash recovery area para 20GB.


Nesta etapa estou usando um listener existente. Porém se ele não existir, pode ser criado.






Nesta etapa, deve-se desmar a opção Configure Enterprise Manager (EM) database express.






Concluída a criação do banco de dados será necessário criar a estrutura de diretórios que será utilizada para instalação do cloud control e do agent. Neste exemplo usei $ORACLE_BASE/middleware e $ORACLE_BASE/agent

[oracle@emmcc01:cdbrepo1 middleware]$echo $ORACLE_BASE/middleware
/orabin01/app/oracle/middleware
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 middleware]$echo $ORACLE_BASE/agent
/orabin01/app/oracle/agent
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 middleware]$

Após a criação da estrutura de diretórios, podemos iniciar o processo de instalação do Cloud Control. Vale destacar aqui que dependendo das configurações da máquina, o processo de instalação pode levar mais de 2 horas.

Para realizar a instalação não é necessário descompactar as mídias. Basta que todas estejam no mesmo diretório e com permissão de execução.

[oracle@emmcc01:cdbrepo1 /]$
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 /]$cd /midias/CloudControl/
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 CloudControl]$ls -ltr
total 12429652
-rwxrwxr-x. 1 oracle oinstall 1623577684 Sep 17 21:20 em13400_linux64.bin
-rwxrwxr-x. 1 oracle oinstall 2109004737 Sep 17 21:20 em13400_linux64-2.zip
-rwxrwxr-x. 1 oracle oinstall 2047749474 Sep 17 21:20 em13400_linux64-3.zip
-rwxrwxr-x. 1 oracle oinstall 2117312528 Sep 17 21:20 em13400_linux64-4.zip
-rwxrwxr-x. 1 oracle oinstall  808014516 Sep 17 21:20 em13400_linux64-5.zip
-rwxrwxr-x. 1 oracle oinstall 2143125187 Sep 17 21:20 em13400_linux64-6.zip
-rwxrwxr-x. 1 oracle oinstall 1879163226 Sep 18 17:23 em13400_linux64-7.zip
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 CloudControl]$



Na etapa de verificação de pré requisitos estarei ignorando 2 warnings que são decorrentes da infra estrutura disponibilizada para a instalação.



Nesta etapa serão definidos os diretórios do cloud control (/orabin01/app/oracle/middleware)  e agent (/orabin01/app/oracle/agent) criados anteriormente.






Agora é esperar o processo de instalação que pode demorar mais de 2 horas dependendo da configuração da máquina onde está sendo executado.


Na etapa de configuração do BI Publisher pode ocorrer o erro abaixo. Esse erro pode ocorrer devido a variável CLASSPATH estar definida (13.4: OMS Install/Upgrade Fails During BIP Configuration Doc ID 2634802.1).

erro: INFO: oracle.sysman.top.oms:The plug-in BI Publisher Configuration has failed its perform method


Solução proposta na DOC da Oracle.

Para executar o processo de workaround, deve ser fechada a tela de instalação onde apresenta o erro e executados os comandos descritos. Vale destacar que este processo é tamém é demorado.

[oracle@emmcc01:cdbrepo1 middleware]$
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 middleware]$echo $OMS_HOME
/orabin01/app/oracle/middleware
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 middleware]$unset CLASSPATH
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 middleware]$./runConfig.sh ORACLE_HOME=$OMS_HOME MODE=perform ACTION=configure COMPONENT_XML={encap_oms.1_0_0_0_0.xml}
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 middleware]$

Assim que esta etapa concluir, deve-se executar o script allroot.sh com o usuário root.

[oracle@emmcc01:cdbrepo1 middleware]$
[root@emmcc01: middleware]$sh /orabin01/app/oracle/middleware/allroot.sh

Starting to execute allroot.sh .........

Starting to execute /orabin01/app/oracle/middleware/root.sh ......
Performing root user operation.

The following environment variables are set as:
    ORACLE_OWNER= oracle
    ORACLE_HOME=  /orabin01/app/oracle/middleware

Enter the full pathname of the local bin directory: [/usr/local/bin]:
The contents of "dbhome" have not changed. No need to overwrite.
The file "oraenv" already exists in /usr/local/bin.  Overwrite it? (y/n)
[n]:
The file "coraenv" already exists in /usr/local/bin.  Overwrite it? (y/n)
[n]:

Entries will be added to the /etc/oratab file as needed by
Database Configuration Assistant when a database is created
Finished running generic part of root script.
Now product-specific root actions will be performed.
/etc exist

Creating /etc/oragchomelist file...
/orabin01/app/oracle/middleware

Finished product-specific root actions.
/etc exist
Finished execution of  /orabin01/app/oracle/middleware/root.sh ......


Starting to execute /orabin01/app/oracle/agent/agent_13.4.0.0.0/root.sh ......

Finished product-specific root actions.
/etc exist
Finished execution of  /orabin01/app/oracle/agent/agent_13.4.0.0.0/root.sh ......
[root@emmcc01: middleware]$[oracle@emmcc01:cdbrepo1 middleware]$

Concluída as etapas acima o cloud control está instalado. Para confirmar o status do mesmo e a porta de acesso, podemos utilizar o comando emctl status oms -details.  

[oracle@emmcc01:cdbrepo1 bin]$./emctl status oms -details
Oracle Enterprise Manager Cloud Control 13c Release 4
Copyright (c) 1996, 2020 Oracle Corporation.  All rights reserved.
Enter Enterprise Manager Root (SYSMAN) Password :
Unable to connect to repository database
OMS ports, URLs and security info will not be printed

WLS Domain Information
Domain Name            : GCDomain
Admin Server Host      : emmcc01
Admin Server HTTPS Port: 7102
Admin Server is RUNNING

Oracle Management Server Information
Managed Server Instance Name: EMGC_OMS1
Oracle Management Server Instance Host: emmcc01
WebTier is Up
Oracle Management Server is Up
JVMD Engine is Up

BI Publisher Server Information
BI Publisher Managed Server Name: BIP
BI Publisher Server is Down
BI Publisher is disabled, to enable BI Publisher on this host, use the 'emctl config oms -enable_bip' command
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 bin]$

Conforme status acima os serviços estão UP (com exceção do publisher que não foi instalado e configurado).

Para validar a porta que o Cloud Control foi configurado, podemos verificar no arquivo emgc.properties. Neste caso a porta é a 7803.

[oracle@emmcc01:cdbrepo1 EMGC_OMS1]$pwd
/orabin01/app/oracle/gc_inst/em/EMGC_OMS1
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 EMGC_OMS1]$cat /orabin01/app/oracle/gc_inst/em/EMGC_OMS1/emgc.properties | grep EM_CONSOLE_HTTPS_PORT
EM_CONSOLE_HTTPS_PORT=7803
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 EMGC_OMS1]$
[oracle@emmcc01:cdbrepo1 EMGC_OMS1]$


Fontes:https://docs.oracle.com/en/enterprise-manager/cloud-control/enterprise-manager-cloud-control/13.4/emadv/sizing-your-enterprise-manager-deployment.html#GUID-04DB92C7-A9B4-4886-A5DE-A8EA3093E8CC

https://docs.oracle.com/en/enterprise-manager/cloud-control/enterprise-manager-cloud-control/13.4/embsc/creating-database-instance-preconfigured-repository-using-database-templates1.html#GUID-2709C116-F312-4255-9F6D-C1BBDF481B66

https://www.oracle.com/enterprise-manager/downloads/cloud-control-downloads.html



OCI - Acesso via console uma compute VM (Windows)

O objetivo deste artigo é demonstrar a configuração necessária para acesso a console de uma máquina windows no OCI.

Através do acesso a console é possível realizar atividade administrativas remotas no sistema operacional, como por exemplo a correção de erros que impeçam a inicialização.

Atualmente existem dois tipos de conexão a console:
Estaremos abordando o VNC console connections (que permite acesso VNC a console de máquinas windows criadas no OCI) a partir de uma máquina windows.

Para esta atividade, vamos precisar de alguns aplicativos instalados que são o VNC (podendo ser modo viewer) e o puttygen.

Primeiramente será necessário criar uma chave para publica e privada para a console connection. Pode ser utilizada uma chave existente desde que não tenha senha definida.

O processo de criação das chaves é descrito a seguir:
  • Apos a instalação, abrir o puttygen, clicar em generate e mover o mouse na área em branco para que seja gerada a key.
  • Clicar em save private key e salvar a chave privada que será usada no acesso e copiar o texto que está na caixa acima Public key for pasting into OpenSSH authorized_keys file e salvar com a extensão .pub. No meu exemplo eu criei os arquivos chamados lamimdba_windows.ppk e lamimdba_windows.pub.

Geradas as chaves, podemos seguir com o processo de configuração da console connectio. Para isso é necessário ir na instância windows na console do OCI e clicar em create console connetion. 
Deve-se selecionar a chave publica criada anteriormente. Em nosso exemplo lamimdba_windows.pub e clicar em create console connection


Assim criada, basta clicar nos 3 pontos no canto direito da conexão e selecionar a opção Copy VNC connection for windows e colar em um bloco de notas.

Após colar o conteúdo no bloco de notas, deve-se alterar a variável $env:homedrive$env:homepath\oci\console.ppk para o caminha da have criada, em nosso exemplo, C:\Temp\lamimdba\lamimdba_windows.ppk.
Realizada a alteração do para a chave privada criada anteriormente, basta copiar o comando e colocar no powershell.Ao ser perguntando se deseja atualizar a chave de cache (update cached key) digitar y e pressionar o enter. Ao final pressionar enter novamente.

Realizado o processo acima já é possível conectar com o VNC na console da maquina windows do OCI. Para isso, basta conectar via VNC ao endereço localhost:5900.

Com acesso a console é possível realizar correção ou manutenção necessária para restabelecer a instância.

Vale destacar que as conexões são terminadas após 24 horas e precisam ser autenticadas novamente. Ao final da manutenção sempre deve-se remover a console connection. Assim que ela é removida, qualquer conexão aberta é finalizada.




Oracle ACE

Em Novembro de 2014 inciei este blog com o intuito de compartilhar informações com a comunidade Oracle e como forma de estudo.

Em Dezembro de 2017 fui nomeado para o programa Oracle ACE como ACE Associate ACE Associate.

Hoje tive o privilégio de receber o reconhecimento como Oracle ACE (Atualmente existem 10 no Brasil e 235 no mundo).



O programa Oracle ACE reconhece os profissionais de demonstram tanto proficiência Técnica e fortes credenciais como entusiastas e defensores da comunidade.

Mais informações sobre o programa: http://www.oracle.com/technetwork/pt/community/oracle-ace/index.html

OCI - Acesso via console uma compute VM (Linux)

O objetivo deste artigo é demonstrar a configuração necessária para acesso a console de uma máquina linux no OCI. 

Através do acesso a console é possível realizar atividade administrativas remotas no sistema operacional, como por exemplo a correção de erros que impeçam a inicialização.

Atualmente existem dois tipos de conexão a console:
  • Serial console connection (ssh).
  • VNC console connections.
Estaremos abordando a serial console Connection (que permite acesso ssh a console de máquinas linux criadas no OCI) a partir de uma máquina linux.

O primeiro passo para ativar o acesso a console é acessar a máquina onde deseja realizar o acesso, clicar em console connections e create console connections.


Ao clicar em create console connections, será necessário informar uma chave ssh para acesso. Esta chave não precisa necessariamente ser a mesma chave utilizada na criação da instância.


Após a criação da console connection, basta clicar nas opções (três pontos) e selecionar a forma de conexão. Neste exemplo, usaremos a conexão através de um linux, então será selecionada a primeira opção - Copy Serial Console Connection for Linux/Mac.


Apos esta etapa, preciso pegar a private key da chave usada acima e adicionar na máquina que estarei usando para fazer a conexão a console. Caso tente acessar diretamente sem adicionar a private key, teremos o erro ssh_exchange_identification: Connection closed by remote host.

Neste exemplo usei o mooba xterm para realizar o acesso ssh. Porém é preciso acessar o diretório .ssh e adicionar no arquivo id_rsa a chave privada e deixar o arquivo com permissão 600.


Agora já é possível acessar estabelecer a conexão a console sem o erro Connection closed by remote host. Porém não temos a senha do usuário opc para estabelecer a conexão.


Para contornar isso, voltaremos a console do OCI e reiniciaremos a instância que queremos acessar.


Durante o processo de restart, a conexão via ssh será atualizada com o processo de restart da instância. Então durante o boot, pressionar e para editar o boot, localizar a linha linuxefi e ao final da mesma apos loglevel=4 adicionar init=/bin/bash. Feito isso, pressionar Ctrl-x para iniciar com a alteração realizada.



Após este processo, a sessão conectada via mooba estará no bash, sem senha. 


Com acesso a console é possível realizar correção ou manutenção necessária para restabelecer a instância.

Vale destacar que as conexões são terminadas após 24 horas e precisam ser autenticadas novamente. Ao final da manutenção sempre deve-se remover a console connection. Assim que ela é removida, qualquer conexão aberta é finalizada.


Fonte:https://docs.cloud.oracle.com/en-us/iaas/Content/Compute/References/serialconsole.htm